Equipe do Centro Vocacional é Tri Campeã na ‘Copa Brasil Caixa de Cross Country’

cvv1

Como uma homenagem a um dos mais importantes líderes do esporte no município de Cândido Mota, o professor Lício Jabur, que faleceu no ultima sexta-feira, a equipe de atletismo do Centro Vocacional ‘Frei Paulino’ conseguiu o tricampeonato na categoria sub 18, da ‘Copa Brasil Caixa de Cross Country’. A competição, que reuniu mais de 270 atletas de 14 Estados e do Distrito Federal, aconteceu no último domingo, dia 5, no Parque Ecológico do Tietê, em São Paulo, e foi realizada pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

O município de Cândido Mota foi representado pelos atletas Bianca Vitória Esquerdo, Grazieli Zarri, Keila Moraes, Giovana Manfio, Gabriela de Oliveira, Frederico Augusto Bueno, Luiz Guilherme de Souza e Elias Barbosa de Oliveira, todos atletas da equipe do Centro Vocacional ‘Frei Paulino’, que tem como treinador o professor João Nicolau dos Santos, o ‘Pinguinha’.

“Estamos numa felicidade tremenda. Uma grande realização, já que esse foi um dos melhores resultados da nossa equipe. Temos duas atletas campeãs e, com esse resultado, foram classificadas para o Campeonato Sul-Americano. Tudo é conseguido com muito trabalho, disciplina e muito amor no que a gente faz. Não falo só por mim, mas pelos atletas que se dedicam aos treinamentos e agora são recompensados”, disse, emocionado, o treinador.

cvv4

 

 

cvv3

 

Felicidade
As atletas que alcançaram as vagas para o Campeonato Sul-Americano de Santiago, que aconteceu no Chile, neste dia 19, foram Bianca Vitória dos Santos e Graziele Zarri. Pela quinta vez consecutiva, Graziele Zarri disputou a Copa Brasil Caixa. Ela completou os seis quilômtros em 26 minutos e 17 segundos, despedindo-se das categorias de base com 100% de aproveitamento na competição. “Foram três vitórias na sub-18 e duas na sub-20. Não poderia estar mais feliz”, disse a atleta de 18 anos.

O técnico João Nicolau disse estar muito feliz com a hegemonia de sua atleta, que agora passará a competir pelo Pinheiros, da capital paulista. “Ela agora vai passar para o adulto, terá novos desafios e precisará de um clube maior”, disse. “Nossa preocupação é o trabalho social. Trabalhamos com 300 crianças e jovens carentes, no Centro Vocacional Frei Paulino. A Graziele chegou lá com 6 anos de idade. Ela conquistou, além dessas cinco copas, mais oito Campeonatos Brasileiros e 15 Estaduais”, lembrou o treinador.

 

cvv5

 

cvv6
Emocionada
Nos quatro quilômetros femininos da categoria sub-18, a vitória foi da atleta Bianca Vitória dos Santos, de 16 anos, que completou as duas voltas em 17 minutos e 10 segundos. A atleta chorou muito na chegada, em sua terceira participação na Copa Brasil Caixa de Cross Country. “Não acredito que venci. Fui sexta em 2015 e quarta em 2016. Levei um tombo e achei que não ia dar. Só no final vi que a distância não era grande”, contou, emocionada. “Estou feliz com a vitória e ainda mais por ir representar o Brasil no Sul-Americano”, lembrou. “Será minha primeira viagem para o Exterior.”

O treinador ‘Pinguinha’ destacou a importância do resultado para a equipe, para os patrocinadores e para a prefeitura de Cândido Mota. “Gostaria de agradecer à Casa Di Conti, Açougue São Caetano, Posto 2 Irmãos, Sport Center, Verdurão e Gás Doná e Sicredi. Foram eles que mantiveram a nossa equipe viva nesses últimos quatro anos, e agora, em poucos dias de administração, o prefeito Roberto Bueno e o secretário de Educação, Esporte e Turismo, Celso Josepetti, estão proporcionando para os atletas o que eles realmente merecem. Isso é apoio e reconhecimento. São essas coisas que eles precisam. Treinam com muito afinco, mas precisam de apoio”, destacou ‘Pinguinha’.

O prefeito Roberto Bueno, por sua vez, parabenizou toda a equipe e destacou a importância da conquista para o município. “Cada vez que vocês participam de uma competição, desse porte ou não, o nome que carregam é do município de Cândido Mota. Com humildade, respeito e profissionalismo ao esporte, vocês são referências para nossos jovens. Parabéns a toda equipe e ao técnico ‘Pinguinha’, pelo brilhante papel”, concluiu o prefeito.

 
Atletas de CM participam da ‘Copa Brasil de Cross Country’

cv

Neste domingo, no parque Ecológico do Tietê, em São Paulo, acontecerá a ‘Copa Brasil Caixa de Cross Country’, realizada pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) abrindo o calendário de eventos nacionais de 2017.
E nesta tão importante competição, Cândido Mota terá 8 representantes. Frederico Augusto Bueno, Luiz Guilherme de Souza, Elias Barbosa de Oliveira, Gabriela de Oliveira, Giovana Manfio, Bianca Vitória Esquerdo, Grazieli Zarri e Keila Moraes. Todos são atletas da equipe do Centro Vocacional Frei Paulino, do treinador João Nicolau dos Santos, o ‘Pinguinha’.
“Temos muitas chances de medalhas. A Grazi, por exemplo, está indo em busca do quinto título consecutivo. Ela foi tricampeã sub-18 e campeã no ano passado no sub-20” disse o técnico, confiante em uma nova medalha.
A atleta tem um currículo invejável. Além das quatro Copas Brasil, tem oito Campeonatos Brasileiros e 15 Estaduais. “Faço atletismo desde os meus 6 anos de idade. Sempre com o Pinguinha, no Centro Vocacional. O atletismo faz parte da minha vida, e foi através dele que conheci vários países, vários estados brasileiros. Também conheci costumes e pessoas, coisas que não teria feito se não fosse o esporte” declarou Grazi que completou: “além disso tudo, tem a parte da minha vida saudável. Dificilmente tenho algum problema de saúde, sem falar na disciplina que a gente adquire, tanto em casa, na rua ou na escola”. 
Keila Moraes, que também faz parte da equipe, com 15 anos e desde os 6 no atletismo, comentou que a paixão pelo esporte veio da mãe Debora e da tia Jéssica, que também foram atletas do técnico. “Está no sangue o gosto pelo atletismo. Fui acompanhando e na hora que vi já era atleta. Só tenho que agradecer e treinar ainda mais para melhorar meu rendimento” disse a atleta, que já possui inúmeros títulos.
O treinador Pinguinha relembrou o início da equipe e fala emocionado. “Quando comecei a dar aulas no Centro Vocacional vi que o espaço físico possibilitava a construção de uma pista de atletismo, e foi isto que fiz com a ajuda dos atletas. Comecei a fazer competições entre eles e como eu tinha muitas medalhas, já que fui atleta por 12 anos, fui dando como premiação. Foi assim que nasceu a equipe, que tanto orgulho tem me dado”, disse Pinguinha.
Descrito pelas atletas como pai, o treinador destacou a responsabilidade que tem. “Tenho que ser pai, psicólogo, assistente social, de um tudo um pouquinho. Não dá só pra se preocupar com a parte física, nós temos que ajudar e também dar conselhos. E aí eu tenho que agradecer a Andrea Bertoli, professora no ‘GÉ’ – Escola Estadual José Augusto de Carvalho, que muito fez e tem feito pelo atletismo. Ela é uma parceira e tanto!” declarou o técnico, lembrando de agradecer também aos patrocinadores da equipe, a Casa Di Conti, Açougue São Caetano, Posto 2 Irmãos, Sport Center, Verdurão e Gás Doná e Sicredi.
“Esses patrocinadores nos mantiveram vivos nesses últimos anos. Agora, além do apoio deles, voltamos a ter o apoio da prefeitura de Cândido Mota, através das Secretarias de Educação e Cultura, Esporte e Turismo, com o secretário Celso Josepetti e principalmente do prefeito Roberto Bueno, que sempre apoiou o esporte cândido-motense”, finalizou Pinguinha.

 
« InícioAnterior21222324252627282930PróximoFim »

Página 27 de 102

Pesquisar Google

Google

Área Restrita



Links

  

nota_fiscal_-_icone.jpg

 
 
Caçambas.jpg  

 

  





Prefeitura Municipal de Cândido Mota - Rua Henrique Vasques, 180 - CEP 19880-000 - Telefone (18) 3341-9350 - Cândido Mota - SP