Cândido Mota reúne região para tratar da ‘garantia de direitos dos adolescentes’ atendidos no ‘Creas’

oficina creas regional2

 

A prefeitura de Cândido Mota por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social, Creas, promoveu nos últimos dias 22 e 23, a oficina ‘Construção de fluxos de atendimento socioeducativo e articulação da rede para a garantia dos direitos dos adolescentes atendidos’. A aula foi ministrada pelo professor dr Cláudio Hortêncio Costa, da Associação de Pesquisadores de Núcleos de Estudos e Pesquisas sobre a Criança e o Adolescente, o Neca.

O evento recebeu representantes de Creas de Tarumã, Palmital e Paraguaçu Paulista, do Poder Judiciário do município, da Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social, Cras, do Conselho Tutelar, de escolas estaduais, do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescentes, o CMDCA, do Conselho Municipal de Assistência Social, o CMAS, do Amas, Centro Vocacional ‘Frei Paulino’, da Apae, do Asilo São Vicente de Paulo, do Departamento de Saúde Mental da prefeitura e Órgão Gestor.
“A oficina foi de extrema importância para ampliar a reflexão e articulação do trabalho em rede, essencial para a eficácia do serviço de medidas socioeducativas em meio aberto”, disse Evirges, técnica de referência de MSE.

 

oficina creas regional1

 

A participação de diversos órgãos do município, incluindo profissionais não apenas da assistência social como da saúde, educação e entidades sociais, segundo a organização, teve por objetivo promover aproximação destes setores à temática da garantia de direitos dos adolescentes encaminhados pela Vara da Infância e Juventude ao Creas, para cumprimento de Liberdade Assistida e Prestação de serviços à comunidade.

Estratégias
O facilitador da oficina, professor doutor Cláudio Hortêncio Costa, trabalhou com o grupo de forma dinâmica, de modo que pudessem traçar estratégias para aperfeiçoar o fluxo de atendimento, visando atendimento integral às necessidades dos adolescentes.

Segundo a coordenadora Eliane Godoy, ‘as medidas socioeducativas têm que ser vistas não só com o olhar punitivo, como de natureza sócio pedagógica, haja vista que sua execução está condicionada à garantia de direitos e desenvolvimento de ações educativas que visem à formação da cidadania desses adolescentes’.

O Creas, como responsável pela execução das medidas em meio aberto, conforme disse, ‘pretende realizar outras capacitações no próximo ano, visando maior integração dos atores da rede socioassistencial e sempre com objetivo de atingir a eficácia dos encaminhamentos desses adolescentes aos setores parceiros’.

O prefeito Roberto Bueno esteve no evento e falou do resultado, ‘que é sempre uma melhor prestação de serviços à comunidade’. “Estive na ‘oficina’ agradecendo a presença de todos no nosso município, ao profissional altamente capacitado que é o professor Cláudio e à equipe do Creas de Cândido Mota pelo trabalho que vem realizando. Sabemos que a capacitação resulta em um melhor atendimento aos munícipes, já que os profissionais se atualizam ainda mais e oferecem um serviço de melhor qualidade”, disse.

 

 

Pesquisar Google

Google

Área Restrita



Links

 

portal


  banner esic

 

 

 

 

nota_fiscal_-_icone.jpg

 

 




Prefeitura Municipal de Cândido Mota - Rua Henrique Vasques, 180 - CEP 19880-000 - Telefone (18) 3341-9350 - Cândido Mota - SP