Cândido Mota confirma primeiro caso de dengue e reforça ‘ações de bloqueio’

bcc3

 

No final da tarde da última sexta-feira, dia 8, a Secretaria de Saúde de Cândido Mota informou que após ter nove casos para dengue notificados, o primeiro foi positivado, sendo seis descartados com sorologia negativa e dois aguardando confirmação. Desta forma, Cândido Mota apresentou o primeiro caso de dengue no ano de 2019.

“Tomamos conhecimento na sexta-feira ao final da tarde e imediatamente começamos as ações. Este é um assunto que tem nos preocupado e temos trabalhado intensivamente para que a epidemia de 2015 não se repita no município. Nesta segunda-feira, dia 11, os agentes de vetores e profissionais da saúde intensificaram ações de bloqueio e controle de criadouros nos quarteirões ao redor do imóvel onde aconteceu o caso positivo. Aproveitamos para pedir que a população facilite o acesso dos nossos profissionais aos imóveis. Esta ação é muito importante, pois o mosquito aedes aegypti, além da dengue, transmite outras doenças como a chikungunya e o zika vírus”, apelou Amanda Mailio.

 

bcc1

 

“Em caso de suspeita de dengue, o paciente deve procurar uma Unidade de Saúde para que a notificação do caso seja formalizada através do protocolo existente com a coleta de sangue após seis dias do aparecimento dos sintomas” detalhou a secretária de Saúde.

A diretora do departamento de Vigilância em Saúde lembrou que os agentes de controle de vetores visitam os domicílios durante o ano. “O trabalho acontece com a prevenção e a conscientização sobre o perigo que é ter um criadouro no quintal. Temos que erradicar totalmente a presença de larvas, pois sem elas não temos o mosquito. Os agentes de controle de vetores estão realizando a aplicação do larvicida e a próxima ação será a nebulização nas áreas próximas do caso confirmado” destacou Talita Franciscani.

 

bcc2

 

O prefeito Roberto Bueno, por sua vez, falou: “A grande preocupação é a larva que termina com a proliferação do mosquito. Voltamos a repetir que isto é potencializado pelo descarte ou armazenamento inadequado de materiais acumuladores de água, e é por este motivo que precisamos que todos estejam envolvidos nesta causa. Não adianta somente o Poder Público fazer se a população não colaborar”, concluiu Roberto Bueno.

 

Nebulização
Consiste na pulverização de inseticida; no Brasil, o produto utilizado é o malathion. Sua fórmula é diferente dos inseticidas encontrados nos supermercados e sua distribuição é feita somente pelo Governo Federal, que compra o produto e distribui aos Estados, que repassa aos municípios.
O inseticida serve para bloquear epidemias e não deve ser usado de forma preventiva, pois ele tem ação temporária e pontual, por isso não é considerado o método ideal para acabar com o Aedes aegypti.

 

bcc4

 

A melhor forma de evitar os mosquitos é acabar com os criadouros, não deixar o mosquito nascer. O uso da nebulização somente mata o mosquito adulto, mas as larvas e pupas continuam vivas e em alguns dias se tornam novos mosquitos. Por isso, a importância de se eliminar os criadouros.

Lei nº 2773/2018

De acordo com a lei nº 2773/2018, todos os proprietários, locatários, possuidores ou responsáveis de imóveis residenciais, estabelecimentos comerciais ou industriais, terrenos com ou sem obras em andamento, deverão adotar medidas necessárias à manutenção da limpeza, sem acúmulo de lixo, matéria orgânica, entulhos e demais materiais inservíveis. O descumprimento da lei sujeita o infrator à multa.

 

 

Pesquisar Google

Google

Área Restrita



Links

 

portal


  banner esic

 

 

 

 

nota_fiscal_-_icone.jpg

 

 




Prefeitura Municipal de Cândido Mota - Rua Henrique Vasques, 180 - CEP 19880-000 - Telefone (18) 3341-9350 - Cândido Mota - SP